segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Desta vez é ficção...
Um baile de máscaras? Izzie não gostava muito disso.. Mas resolveu ir. Afinal, era sempre bom rever amigos! Foi mascarada de cigana.
A meio da noite, já estavam a doer-lhe os pés dos sapatos apertados e teve q ir pôr uns ténis. Foi ao quarto onde estavam as malas e os casacos. A porta estava fechada, e , como nignuém respondeu, entrou.
"Desculpa, não sabia que estava aqui alguém, posso entrar?"
"claro!", disse um (giro) (muito giro) desconhecido. Enquanto ela trocava os sapatos, ouvia-o a mexer e remexer os casacos e as malas. "não encontro o meu telemóvel...", "queres que te telefone?" , "está em silêncio..." Ele continuava a remexer as coisas todas. "há quando tempo conheces a Maria?", perguntou Izzie. "há muito tempo, mesmo, e tu?" , "desde os anos, acho que nada bate..!" , "pois não", disse ele, sorrindo.
Izzie sorriu. "O que foi?" e ela respondeu "já não ficas com o meu número". "Mas queres dar-me o teu número?" , "tu queres que o dê?" , "tu é que querias!" , "eu?" , "vá, dá lá..." , "afinal queres..."

4 comentários:

Guiga disse...

espera a izzie.

beijinho

Guiga disse...

*esperta

(n)Ana disse...

:oD
;o)

Cacao disse...

já dizia o joao maria: "espertos são os cães"....
....e a izzie.
ahah