domingo, 16 de dezembro de 2007

Sobrevivência
Dias 14 a 16 de Dezembro 2007

Bem, mais uma vez nos lançámos à estrada num Raid de Sobrevivência (ohhh yeah) que começou em Torres Vedras. E saliento.. "começou".
Pois, porque andámos em todas as terrinhas ali ao pé, [incluindo "Casal de Barbas" (esta deu muuuuito que falar!)] até ao Sobral de Monte Agraço.
Como é que isto funcionava?
Basicamente andávamos a carregar uma mochila q podia levar tudo menos comida. Nos postos do raid ou ganhávamos homens (nas "aldeias") ou tinhamos batalhas (nas "cidades" do jogo). Se ganhássemos essas batalhas (que exigiam ter muitos homens para sairmos vitoriosos), ganhávamos comida.
Diga-se que o raid começou às 3h da manhã (sim, isso mesmo) de 6ª feira em torres v. (FRRRRRRIIIIO) e acabou dia 15, sábado, às 19h. Sempre a andar (aliás, sempre a andar as equipas Cartago e Grécia. Diga-se que Roma , depois de ter conseguido interromper a caminhada para dormir num tanque de lavar a roupa das 6h da manhã ao meio dia, às tantas andou foi um "bocadinho" menos..!), a dormir entre 1 a 3 horas, subir monte, descer montanhas.
As equipas eram formadas por 3 pessoas que olhem, tiveram que se aturar as belas horas TODAS do raid! mas foi um espectaculo!
E quem ganhou? Cartago! pois claro! equipa esta, composta por Zé Henriques, João Ribeiro e Cacao!

Não sei se sabem, mas na noite de sábado houve chuva de meteoritos. reultado: passámos a noite a dizer: o"lha uma estrela cadente! oh.. não vi..outra! esta já vi!" (e no meio de conversas, as tantas, a interromper: olha outra! e continuava-se a conversa..)
Aprendi a guiar-me pelas estrelas! (er... no pólo norte!)(no pólo sul é de maneira diferente..)

Tou um bocado cansada, ainda nao recuperei da quase directa e do fato de ter comido, em 24horas, só pão e paio. (comida que ganhámos:P) ah, e o facto de ter bebido menos de 1 litro de água em 3 dias ajudou a que a minha pele ficasse ainda mais seca e que ficasse com ainda mais cieiro..

Mas enfim, nem isso, nem os lindos quase-zero-graus-durante-todo-o-dia (que obrigavam a andar sempre com 4 mangas de dia e 5 à noite (t-shirt, camisola 1, camisola 2, forro polar e casaco impermeável) - a andar [o que nos obrigou a quase não parar]) impediu que esta fosse uma actividade original cheia de histórias giras para contar.

E foi mesmo giro.
Repetia!

Estou sem imaginação nenhuma, com um bocado de preguiça e os meus olhos vão fechando..
Por isso não contei nada de especial do Raid (e acreditem, tem mesmo muito que s lhe diga) e está um bocado tangoso.
Mas enfim.
C'est la vie!

4 comentários:

(n)Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
(n)Ana disse...

Muito bem! Eu, apesar de bem longe da idade de pioneira, também tive um raid giro.
O meu grupo explorador esteve em Azeitão e subimos ao marco geodésico da Serra da Arrábida. É uma grande cascalheira, mas é mesmo giro e ainda dá para fazer alguma escalada.
Pão e paio nem é assim tão mau... eu comi bem pior!
Desidratação... alguma..
Cieiro... Muito!
Esteve mesmo frio!
Vou-te visitando. :o)
Sempre Alerta ;o)

Guiga disse...

Frio, fome (hum... nao muita para os Gregos, dado que fomos informados que podiamos pedir comida ahaah), algum cansaço pelo meio, sono, deixar de sentir os pes e a pernas,ou sentir demais,o nosso gregorio que afinal era uma "a" , frioooooo, frioooooo, aquele vento gélido na ermida, o comboio amonicado, a energia estonteante da xiquitita, a massa atum natas e cabelo, as estrelas... tanta tanta coisa! Tanta coisa que resultou muito bem...
Gostei imenso sem duvida. Puxavamo-nos uns aos outros, nao deixamos que nenhum de nos se desanimasse, falamos sobre tudo, rimos, rimos e voltamos a rir, cantamos...

Sei lá no fim de tudo e com uns bons km em cima do corpo,o sorriso era notorio. Survivor

Filipa disse...

Pelos vistos até foi giro o raid. mas não fizes-te como eu disse, assim passas-te muita fome, mas o importante foi teres te divertido.