sábado, 13 de dezembro de 2008

Oh gente da minha terra... que não ouve fado!

No outro dia estava a subir a rua do hospital de Santa Maria com uns amigos, até ao metro. Tínhamos acabado de sair das aulas e estava o maior frio do mundo, já era noite. Começámos a falar de fado e enquanto eu estava a tecer maravilhas sobre o som da guitarra portguesa acompanhado de uma voz soante, o Gonçalo diz "Hoje em dia já ninguém ouve fado. Ninguém da nossa idade ouve isso."
Mal fez ele, em ter dito q nao gostava de fado: estavamos três raparigas que adoramos fado e pffff, não se fez o chocapic, mas fez-se "peixeirada" (isto é so p exagerar, nao fomos assim tao de histerismos, hahah) : há imensa, IMENSA gente da nossa idade que gosta de fado. E mesmo que não houvesse, e daí? É LINDO!
E meu caro Gonçalo, se não acreditas q há fados que são de rir (por exemplo "oiça lá ó senhor vinho", genial), ouve Deolinda, (não é bem fado, mas é o mais perto) que é de rir! ("a Deolinda" em vez de "os Deolinda", como gozava o Luís Roquette no outro dia, ahahah)

O que hoje em dia se calhar anda a desaparecer são os guitarristas: há pouca gente que toque guitarra portuguesa e, por senso comum digo que há tb pouca gente q aprenda... Mas depois, aqueles que aprendem, aprendem BEM! Um amigo indicou-me o blog da Laurinda Alves e lá encontrei este vídeo:

(se está com problemas técnicos clique aqui)
Nao toca MESMO bem?
Um pequeno aparte, o meu amigo que me indicou o blog... foi este Diogo ;)
Ainda me vai matar por ter post(ad)o aqui o vídeo, mas enfim, se só me restam dias de vida, ainda bem que vi o Bucket List há pouco tempo, ahahah.


Gente,
oiçam mais fado!
Se não, quem é que repara nestas letras? :

Por mais que eu queira ou não queira
Salta-me a voz para a cantiga
Por mais que eu faça ou não faça
Quem manda é ela, por mais que eu diga

Por mais que eu sofra ou não sofra
Ela é quem diz por onde vou
Por mais que eu peça ou não peça
Não tenho mão na voz que sou.

Mesmo que eu diga que não quero
Ser escrava dela e deste fado
Mesmo que fuja em desespero
Ela aparece em qualquer lado

Mesmo que vista algum disfarce
Ela descobre-me a seguir
Mesmo que eu chore ou não chore
A voz que eu sou desata a rir.

Por mais que eu quisesse ter
Só um minuto de descanso
Por muito que eu lhe prometesse
Voltar a ela e ao seu canto

Por muito que eu fizesse juras
A esta voz que não me deixa
Perguntou sempre tresloucada:
Eu já te dei razão de queixa?

Por muito que eu apague a chama
Ela renasce ainda maior
Por muito que eu me afaste dela
Fica mais perto e até melhor

Por mais que eu queira entender
A voz que tenho é tão teimosa
Por mais que eu lhe tire a letra
Faz por esquecer e canta em prosa.


("Fado Tordo", letra de Fernando Tordo)

6 comentários:

Tomás CB disse...

Fado é brutal!!! Ha mesmo imensa gente jovem a gostar deste estilo musical!!!O fado está a expandir-se de uma forma incrivel!!!

Ha um jovem amigo meu de 19 anos a estudar musica no musicentro(escola de musica inserida nos salesianos de lisboa) que esta tocar com a Mariza - GRANDE ANGELO FREIRE!!! outro...com musicos da ana moura!!!

É incrivel a aderencia da juventude ao fado!!!mesmo bom!!!

beijinho

Tomás CB disse...

ps. aderencia e qualidade dos jovens musicos

Anónimo disse...

Cacau eu bem me lembroo! Pobre gonçalo em que mundo vive ele =) a verdade é que hoje em dia podemos encontrar tanto uma maioria que ouve fado e gosta como uma que detesta e continua a achar que é musica de "gente velha". É uma pena, porque é sem duvida um estilo de musica muito bonito e bem português e principalemnte com letras fantasticas. E como a cacau disse o fado nao são so letras tristes e angustiantes, é preciso saber compreende-las e ouvi-las bem e Gonçalo é bom que mudes de opiniao senao estas frito nas aulas de espanhol ahahah

beijinho kit Kat

(n)Ana disse...

ahh eu cá adoro fado... mas também sou um bocado mais velha que tu... que vocês!
Mesmo assim ainda sou uma miúda e acho fado é fixe!

De resto... acho mesmo que é "os Deolinda"... porque a banda toda chama-se assim... a miúda que canta chama-se Ana Bacalhau. Andas a ouvir o CD da mamã? hehe
Beijinhos!

Susana Pereira disse...

nao podia dizer outra coisa senão "Eu Adoro MESMO Fado" :D
acho de uma beleza enormesca, arrepio-me só de falar disso e acho um tamanho desperdicio quem nao houve tamanha tradição portuguesa!

Barbara disse...

Bem, marcando a diferença, relativamente a opinião dos comentadores, fado nao é propriamente o meu genero de musica favorito, alias, como deves saber.
Ainda assim, nos ultimos anos tenho começado a ver este genero musical tão nosso com outros olhos e até acho piada a alguns fados.

Referiste Deolinda, no post e devo dizer-te que gosto muito, por exemplo, ainda que n seja "o fado".

Nao deixo, no entanto de ficar mto orgulhosa cm o sucesso que os novos fadistas portugueses estão a fazer cá dentro e lá fora! :)